quarta-feira, 27 de maio de 2009

(Imagem: Autoria Desconhecida)

BEIJO DE SOL
Hoje o sol me beijou mais cedo,
se achegou sem medo,
num raio de abraço
tão quente,
que era a própria vida
querendo me beijar.
Sorri e meus lábios eram puro girassol-estrelado,
como se na noite o sol em cada estrela se abrisse pro mundo.
Hoje meu destino sentou na minha estrada
e sorrindo me abriu portas.
Na minha frente amplos caminhos,
amplas possibilidades de manhãs e tardes quentes,
e eu abri meus braços e era a alma
que eu abria, e ela ainda quem sorria,
neste dia, onde o possível era só
o que existia...

3 comentários:

vandatreuffar disse...

Passei para ver as novidades.
Gosto muito desse poema.
Gostei da foto alada, linda.
Beijos.

mpmonjardim disse...

lindo!!!

Tathiana Treuffar disse...

Merci, meninas! ;)